Novo

Livro: Declínio De Um Homem - Osamu Dazai

49 reales

em 11x 5 reales con 17 centavos

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Sem garantia

Características principais

Título do livroDECLÍNIO DE UM HOMEM
AutorOsamu Dazai
IdiomaPortuguês
Editora do livroEstacao Liberdade
Edição do livro1
Tampa do livroMole
Ano de publicação2015

Outras características

  • Quantidade de páginas: 152

  • Altura: 21 cm

  • Largura: 14 cm

  • Peso: 0.225 kg

  • Com páginas para colorir: Não

  • Com realidade aumentada: Não

  • Tradutores: RICARDO MACHADO

  • Gênero do livro: Romance

  • Tipo de narração: Literatura estrangeira - Japonesa

  • ISBN: 9788574482446

Descrição

A curta passagem pela vida do escritor japonês Osamu Dazai - suicidou-se aos 38 anos de idade - não o impediu de se transformar num autor bastante popular. Declínio de um homem, editado pela primeira vez no Brasil, vendeu mais de 10 milhões de exemplares desde sua publicação original, em 1948. A obra sintetiza em cenas e passagens notoriamente biográficas muitas das angústias que tanto alimentavam a personalidade autodestrutiva do autor, a saber: a dificuldade de entendimento com seus familiares, sua antissociabilidade niilista, seu patológico apego ao álcool - vício do qual nunca conseguiu se livrar -, sua autoestima inexistente, enfim, sua evidente sensação de deslocamento em relação ao mundo - como se tivesse sido enviado à existência por mero descuido. O livro é estruturado em três cadernos, nos quais o autor, por meio do personagem alter ego Yozo - um jovem estudante provinciano que tenta sobreviver na capital Tóquio - relata em primeira pessoa diversos episódios sobre as hostilidades da vida que ele tem de enfrentar. Yozo é um depressivo contumaz cuja tristeza se espraia nele como uma metástase, contaminando suas energias e impedindo-o de recuperar uma alegria de viver que, na verdade, nunca sentiu.